O que encontrará aqui:

Conteúdo autoral, insanamente criativo, ebooks para ler e sonhar, resenhas, opiniões e idéias, sobre livros, escritores, cotidiano! Tudo junto em um espaço insanamente democrático!

18 de mai de 2013

Resenha Insana! Fiquei com seu número – Sophie Kinsella







Fiquei com seu número – Sophie Kinsella

                  O que você faria, se em um momento de crise roubassem o seu celular  e como por encanto, um aparelho novinho aparece jogado no lixo?
                   Ele está lá, brilhando diante dos seus olhos , parecendo ser a resposta  as suas preces?
                  A nossa heroína não tem dúvidas, ela pega o aparelho e o agarra com as duas mãos!
                  O problema é que trata-se de uma linha corporativa e o tal aparelho é de ninguém menos que o diretor de uma empresa super importante!
                  É nesse cenário que a espirituosa Poppy, noiva de Magnus, o gênio, conhece Sam, o executivo.
                  Poppy perde o anel de noivado, que para piorar um pouco mais, é uma joia de família, enquanto estava no restaurante do hotel, onde Sam tem uma reunião de negócios com executivos estrangeiros.
                  Ela é uma dessas mocinhas que conquistam nosso coração logo nas primeiras páginas.
                  As situações inusitadas e hilárias provocadas pelas boas intenções dela nos fazem rir e em algumas cenas, gargalhar (paguei um super king Kong no ônibus, abafa o caso...).
                  O livro é ótimo, dinâmico, engraçado, romântico e a autora não esqueceu daquela pitada de mistério que nos faz tentar descobrir quem é vilão, com um final perfeito para as românticas de plantão como eu.
                  Sabe aquele livro que te faz  suspirar após ler o último parágrafo? É esse.
                  Agora, é a vez de vocês suspirarem! 
                 Curtam um pouco da estória lendo esse trechinho que separei:
            
           (... — Sr. Yamasaki... — começo com hesitação no ritmo de “Single Ladies”. —
Sr. Yamasaki. Sr. Yamasaki, Sr. Yamasaki. — Balanço os quadris e os
ombros para ele exatamente como a Beyoncé.11 — Sr. Yamasaki, Sr.
Yamasaki.
Na verdade, isso é bem fácil. Não preciso de letra, posso ficar cantando “Sr.
Yamasaki” sem parar. Depois de um tempinho, alguns dos japoneses até
começam a cantar junto e a dar tapinhas nas costas do Sr. Yamasaki.
— Sr. Yamasaki, Sr. Yamasaki. Sr. Yamasaki, Sr. Yamasaki. — Levanto o
dedo e fico balançando para ele com uma piscadela. — Ooh-ooh-ooh... ooh-oohooh...
A música é ridiculamente contagiante. Todos os japoneses estão cantando agora, menos o Sr. Yamasaki, que está ali de pé com cara de satisfação. Um pessoal da conferência que estava por perto se juntou à cantoria e consigo ouvir um deles dizendo:
— Isso é um daqueles flash mobs?
— Sr. Yamasaki, Sr. Yamasaki, Sr. Yamasaki... Onde você está? — murmuro
ao telefone, ainda sorrindo com alegria.
— Assistindo.
— O quê? — Eu levanto a cabeça e percorro o saguão com o olhar.
De repente, meu olhar se fixa num homem de pé sozinho, a uns 30 metros de
distância. Ele usa um terno escuro e tem cabelo preto e cheio, que está todo
bagunçado, além de estar com um telefone no ouvido. Mesmo de longe consigo perceber que está rindo.
— Há quanto tempo está aí? — pergunto, furiosa.
— Acabei de chegar. Não quis interromper. Ótimo trabalho, aliás —
acrescenta ele. — Acho que você convenceu Yamasaki a nosso favor nesse
momento.
— Obrigada — digo com sarcasmo. — Fico feliz em poder ajudar. Ele é todo
seu. — Faço uma reverência para o Sr. Yamasaki com um floreio, me viro e sigo rapidamente para uma saída, ignorando os gritos desapontados dos japoneses. Tenho coisas mais importantes com que me preocupar do que estranhos arrogantes e seus negócios idiotas.
— Espera! — A voz do homem me segue pelo aparelho. — O telefone. É da
minha assistente.
— Bom, então ela não deveria ter jogado o aparelho fora — respondo, empurrando as portas de vidro. — Achado não é roubado...)
                  
                    Beijos

                  Nina Reis


3 comentários:

  1. Fiquei com mais vontade ainda de ler esse livro agora :-)

    ResponderExcluir
  2. Kkkkk single lady, com Senhor Yamasaki é o O! kkkk esse livro deve ser muito engraçado, adorei a resenha Drika! Parabéns!

    ResponderExcluir